26.1 C
Salvador
sábado, maio 28, 2022
InícioBrasilApesar de votos contrários de partidos de esquerda, Câmara aprova urgência em...

Apesar de votos contrários de partidos de esquerda, Câmara aprova urgência em projeto que proíbe mudanças na Bíblia

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 4, por 358 votos contra 32 um requerimento para que um projeto de lei que proíbe a mudança em textos da Bíblia em novas edições tramite em caráter de urgência na Casa.

De acordo com o texto original, de autoria do deputado Pastor Sargento Isidório (Avante-BA), “fica vedada qualquer alteração, edição ou adição aos textos da Bíblia Sagrada, composta pelo Antigo e pelo Novo Testamento em seus capítulos ou versículos, sendo garantida a pregação do seu conteúdo em todo o território nacional”.

Os partidos que se posicionaram de maneira contrária foram: PSOL, Novo, PV e Rede. Parlamentares destes partidos consideraram que a aprovação do requerimento poderia abrir um “precedente perigoso” no Congresso nacional para legislar em textos religiosos. A deputada Sâmia Bomfim (PSOL-SP) alegou que “o estado é laico” e que “não compete ao Parlamento interferir sobre os objetos de cunho religioso e sagrado”, já que “a liberdade do exercício da crença não diz respeito ao que nós fazemos aqui”.

Em nome do Partido dos Trabalhadores, a deputada Benedita da Silva defendeu a aprovação da urgência do PL e declarou que a bancada da sigla entende que a “Constituição já nos garante que as nossas organizações, religiosas ou não, têm o seu estatuto e que ela possa, evidentemente dentro do seu regimento interno, conduzir o seu público”. “Ela [a Bíblia] não deve ser alterada porque é uma palavra milenar”, afirma.

Com informações da Jovem Pan

Cidade Revistahttp://www.cidaderevista.com.br
Notícias e Parcerias? Chama no WhatsApp-> (71) 99900-3232
ARTIGOS RELACIONADOS
- Publicidade -

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES