29 C
Salvador
domingo, maio 22, 2022
InícioBrasilBahiaCesta básica em Salvador e região metropolitana sobe pelo 2° mês seguido

Cesta básica em Salvador e região metropolitana sobe pelo 2° mês seguido

O preço da cesta básica em Salvador e região metropolitana subiu pelo segundo mês seguido. O café e os derivados do leite e do trigo tiveram as maiores altas em abril. Segundo economistas, o resultado tem relação com o mercado internacional e também com os reajustes dos combustíveis.

Em Salvador, de março para abril teve alta de quase 3% (2,76%) e custa em média R$ 575,84. Dez dos 12 produtos que formam a cesta básica, tiveram aumento de preços.

Os seis que mais subiram foram a manteiga (3,72%); o leite integral (5,47%); o pão francês (5,98%); o feijão carioquinha (6,40%), o tomate (8,47%) e o óleo de soja (10,48%).

O café foi o segundo produto que mais subiu nos últimos 12 meses. O aumento foi de 72,66% no período.

A economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Ana Georgina, explica que os aumentos têm a ver com reajustes de matérias primas como o combustível que subiu sete vezes este ano.

“Afeta diretamente no frete. A gente, nesse momento, tem o preço do diesel mais caro do que a gasolina. Do início desse ano até agora já tem um aumento de 58% do diesel na Acelen”, disse a economista.

A Acelen, empresa responsável pela Refinaria de Mataripe, informou que os preços dos produtos seguem critérios de mercado e que levam em consideração variáveis como custo do petróleo que é comprado a preços internacionais.

O Sindicato dos donos de postos disse que os reajustes dependem da distribuidora e de cada posto revendedor.

As pessoas que moram em Salvador e recebem um salário mínimo precisaram trabalhar em abril deste ano 104 horas e 32 minutos só para comprar os itens da cesta básica. No mesmo período, em 2021, o tempo era de 91 horas e 31 minutos.

G1/Bahia

Cidade Revistahttp://www.cidaderevista.com.br
Notícias e Parcerias? Chama no WhatsApp-> (71) 99900-3232
ARTIGOS RELACIONADOS
- Publicidade -

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES