24 C
Salvador
domingo, maio 22, 2022
InícioBrasilDeputados miram eleição e elevam gastos com autopromoção nas redes sociais

Deputados miram eleição e elevam gastos com autopromoção nas redes sociais

Com a proximidade das eleições, deputados ampliaram o gasto de dinheiro público para fazer autopromoção. Desde o início do mandato, os parlamentares usaram R$ 179 milhões com a divulgação de seus mandatos nas bases eleitorais e, principalmente, na internet. Somente no primeiro bimestre deste ano eleitoral, foram R$ 10,7 milhões destinados à divulgação de suas imagens. O valor supera o que foi gasto no mesmo período de 2021, quando não havia eleição, e dá aos deputados vantagem competitiva em relação aos candidatos que não têm mandato.

A verba sai de uma cota que os congressistas usam para custeio de seus mandatos. Podem pagar despesas de alimentação, transporte, segurança e contratação de consultorias. No ano eleitoral, porém, grande parte dos deputados decidiu ampliar os gastos com promoção de suas atividades, turbinando a divulgação de postagens nas redes sociais.

Ao destinar dinheiro para impulsionar suas publicações, deputados conseguem atingir um maior número de eleitores. As plataformas permitem a delimitação de um público alvo, e publicações específicas chegam a um número de internautas que não seria possível com um post não patrocinado. Com R$ 100, por exemplo, é possível alcançar mais de 10 mil pessoas. Tudo é pago com dinheiro público.

Para o cientista político e professor da Mackenzie Rodrigo Prando, a cota para propaganda é uma vantagem para o parlamentar. “Obviamente, é uma vantagem competitiva em relação, por exemplo, aos que concorrem pela primeira vez”, afirmou. Prando considera que essa divulgação deveria servir como prestação de contas do deputado ao eleitor.

Os dados refletem essa vantagem dos que têm mandato. A taxa de reeleição no País está na casa dos 60% (índice de 2018). Em 2014, chegou a 70%. Não à toa, o valor gasto com promoção do mandato pelos atuais deputados é maior do que o registrado no período anterior. Foram R$ 179 milhões de 2019 até fevereiro deste ano ante R$ 168 milhões na legislatura passada.

Vinicius Valfré/Estadão Conteúdo

Cidade Revistahttp://www.cidaderevista.com.br
Notícias e Parcerias? Chama no WhatsApp-> (71) 99900-3232
ARTIGOS RELACIONADOS
- Publicidade -

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES