quinta-feira, janeiro 27, 2022
InícioBrasilIntegrantes do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente...

Integrantes do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente podem concorrer a vagas de mestrado

Está aberta a seleção de candidatos para mestrado profissional em Educação pela Universidade de Brasília (UnB). O edital conta com 22 vagas destinadas a profissionais que atuam no Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente (SGDCA). Interessados têm até o dia 31 de janeiro para realizar a inscrição.

Para a inscrição, além dos documentos exigidos no edital, é necessário um pré-projeto de pesquisa, que deve ser anexado ao processo. O currículo do curso é dividido em duas áreas de concentração: Políticas Públicas e Gestão da Educação e Desenvolvimento Profissional e educação.

Podem participar do processo seletivo profissionais que atuam na Rede de Atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), no Sistema Educacional, na Rede Socioassistencial, em Conselhos Tutelares, Conselhos de Direitos, Polícias Militares do Batalhão Escolar, Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente, Vara da Infância e Juventude, entre outros atores que comprovem efetiva atuação no SGDCA.

Atuação qualificada
A oferta das bolsas é uma iniciativa da Escola Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Endica) e da Escola Nacional de Socioeducação (ENS), coordenadas pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).

“É uma grande oportunidade para os profissionais se capacitarem ainda mais e contribuírem para a garantia e proteção das crianças e adolescentes. Por isso, é de suma importância eles já se anteciparem e produzirem o pré-projeto para apresentar ao se inscrever”, ressalta o secretário nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do MMFDH, Maurício Cunha.

No último processo seletivo, realizado entre junho e julho de 2021, inscreveram-se 12 candidatos. Destes, oito foram aprovados no processo seletivo e estão regularmente matriculados.

Saiba mais
O sistema Multiescolas — que é composto pela Escola Nacional de Socioeducação (ENS) e a Escola Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Endica) — é resultado de uma parceria entre o MMFDH e o Programa Mundial das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A iniciativa é executada pela Universidade de Brasília (UnB), pelo projeto de cooperação internacional PNUD BRA 10/007.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Publicidade -

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES