quinta-feira, janeiro 27, 2022
InícioBrasilNavios da Marinha levam atendimento de saúde a ribeirinhos na Amazônia

Navios da Marinha levam atendimento de saúde a ribeirinhos na Amazônia

Em locais de difícil acesso da Amazônia, o atendimento médico aos ribeirinhos chega pelas águas com os Navios de Assistência Hospitalar da Marinha do Brasil. As embarcações são chamadas por essas populações de “Navios da Esperança” e levam atendimento médico, odontológico, hospitalar e sanitário.

Além disso, as embarcações promovem campanhas de promoção à saúde, pesquisa de doenças tropicais e missões de busca e salvamento. Os navios visitam as populações ribeirinhas e passam entre 2 e 3 dias em cada localidade prestando atendimento.

“São, ao todo, quatro [navios de assistência hospitalar] existentes no Amazonas e lá esses navios são chamados de Navios da Esperança porque eles têm essa característica de levar saúde à população que vive em localidades mais distantes, [onde] muitas funcionalidades da saúde não chegam”, explicou o Capitão de Mar e Guerra da Marinha, José Paulo Brandão.

Em 2023, o atendimento deve ser ampliado com a chegada de mais um navio. Em parceria com a Marinha, o Governo Federal destinou R$ 14 milhões para a construção de mais uma embarcação, o navio de Assistência Social e Hospitalar Anna Nery, e aquisição dos equipamentos médicos para dar assistência aos ribeirinhos. O navio atenderá aos povos do Pará e do Amapá a partir de abril de 2023.

“Hoje, no Pará, temos um navio denominado Navio Auxiliar Pará que tem em sua estrutura a capacidade de levar saúde à população ribeirinha do Pará e do Amapá, mas, a partir de 2023, com a conclusão da construção do Ana Nery, a Marinha do estado do Pará e Amapá terá essa capacidade aumentada por ter um navio que vai se dedicar exclusivamente à população ribeirinha”, detalhou José Paulo Brandão.

“Nas localidades onde ele atende, que vão ser todas as comunidades ribeirinhas do Pará e do Amapá, ele permanece em cada localidade de dois a três dias fazendo atendimentos durante o dia no período de oito horas”, completou.

Estrutura do novo navio

O novo Navio de Assistência Hospitalar vai contar com salas de triagem, curativos, recuperação, medicação, de coleta de amostras, de raio-x, de digitalização de imagens, vacinação, ultrassonografia, mamografia e de esterilização. Terá também consultórios médicos, oftalmológico e odontológico, enfermarias, farmácia, além de laboratório de análise e sala cirúrgica para casos mais simples.

A embarcação foi batizada com o nome Anna Nery, em homenagem a uma enfermeira que se voluntariou para participar da Guerra do Paraguai prestando apoio nos hospitais que atendiam os combatentes feridos.

Atendimento

Um exemplo das ações de atenção à saúde aos ribeirinhos foi a que ocorreu no último mês de outubro, quando as mulheres da Ilha do Marajó (PA) receberam atenção especial da equipe do Navio de Assistência Hospitalar Soares de Meirelles. Como parte da campanha do Outubro Rosa, de prevenção e tratamento do câncer de mama e do colo de útero, foram realizados exames laboratoriais, preventivos e mamografias, além da colocação de Dispositivo Intrauterino (DIU).

A embarcação prestou atendimento nas cidades de Breves, Melgaço, Portel e Antônio Lemos entre os dias 18 e 28 de outubro. Durante o período em que esteve na Ilha do Marajó, foram realizados mais de mil atendimentos médicos, 166 odontológicos, 158 cirurgias, 40 colposcopia, 272 preventivos e 8 biópsias, além da distribuição de mais de 41 mil medicamentos.

As ações de cidadania das embarcações ocorrem nas chamadas Operações de Assistência Hospitalar à População Ribeirinha.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES