23.6 C
Salvador
quarta-feira, agosto 17, 2022
InícioBrasilBahiaParlamentares baianos acreditam que Reforma Administrativa não deve passar no Congresso

Parlamentares baianos acreditam que Reforma Administrativa não deve passar no Congresso

Servidores públicos baianos estiveram, na manhã desta terça-feira (16), no Aeroporto de Salvador, para pressionar os deputados e senadores que embarcavam para Brasília contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC32/2020), que trata da Reforma Administrativa. Os parlamentares abordados pelos manifestantes disseram não acreditar na aprovação da matéria nas casas legislativas.

O senador Otto Alencar (PSD-BA) não crê que a PEC 32 seja aprovada, assim como o correligionário Antonio Brito. Já o petista Zé Neto acredita que a Reforma Administrativa está perdendo força e destacou a mobilização dos servidores em todo o País.

Dirigente da Central Única de Trabalhadores na Bahia e do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Previdência, Trabalho e Assistência Social, Valdemir Medeiros, disse que a PEC 32 “não prejudica apenas o servidor, mas quem depende dos serviços públicos, sobretudo nas áreas da Saúde e Educação”.

“A população mais vulnerável é que vai sentir os impactos da Reforma Administrativa, pois ela poderá implicar no enfraquecimento do SUS e da Educação, com a precarização dos serviços. Além disso, o fim da estabilidade fará com que o funcionalismo se torne refém dos governos vigentes e não cumpra o papel de garantir uma boa prestação do serviço”, disse.

Além de Otto, Antonio Brito e Zé Neto, os manifestantes abordaram ainda Joseildo Ramos (PT), Marcelo Nilo (PSB), que serão contrários à PEC 32, além de Cláudio Cajado (PP), que deve votar com o Governo Bolsonaro.

Cidade Revistahttp://www.cidaderevista.com.br
Notícias e Parcerias? Chama no WhatsApp-> (71) 99900-3232
ARTIGOS RELACIONADOS
- Publicidade -

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES