28 C
Salvador
quarta-feira, dezembro 1, 2021
Anuncie aqui!
InícioBrasilBahiaPresidente do PTB Camaçari acredita que carta de Roberto Jefferson citando Bolsonaro...

Presidente do PTB Camaçari acredita que carta de Roberto Jefferson citando Bolsonaro se tratou de um “conselho de pai”

O empresário e presidente do PTB Camaçari, Heckel Pedreira, ao tomar ciência da polêmica envolvendo a carta do presidente licenciado do PTB Nacional, Roberto Jefferson, onde o presidente Jair Bolsonaro é citado, tratou de amenizar a especulação de rompimento entre os dois que ganhou o noticiário nesta quinta-feira (28).

Para Heckel, o tom da carta de Jefferson é de aconselhamento ao presidente como pai, onde também precisou tomar atitudes mais severas com a própria filha, a ex-deputada federal Cristiane Brasil, expulsa da sigla, para poder seguir o objetivo do partido. Além disso, o empresário tratou de deixar claro que não há oportunismo neste caso, visto que a diretrizes do partido trabalhista brasileiro foram decididas antes mesmo da eleição de Bolsonaro.

“Não vi como um rompimento, mas sim como um ajuste de caminhada, um conselho de um pai que precisou tomar certas atitudes para com o filho para poder seguir seus objetivos políticos sem interferir em seus ideais e, principalmente, com o que está determinado no regimento do PTB. Roberto Jefferson quis orientar o presidente Bolsonaro”, disse o presidente do PTB Camaçari.

Heckel Pedreira ainda tratou de lembrar os principais conceitos e princípios que o PTB tem em seu estatuto. Hoje, a sigla tem por característica a proteção da família, da pátria e de valores cristãos, bem como defesas da liberdade e da democracia, o que na visão do empresário deve ser a prioridade dentro do Diretório Nacional.

“O PTB não é bolsonarista, o PTB é conservador, prima pela democracia, pela família, pelos valores cristãos. É isso que tem que ser defendido pelo partido. Não há rompimento, pois hoje o Jair Bolsonaro é aquele que representa o que acreditamos. Os valores e princípios são imutáveis e estão acima de qualquer nome. Quando Bob Jefferson fala do Mourão, ele quis dizer que Bolsonaro não é o único caminho”, completou.

Ao final, Heckel tratou de enfatizar a importância de Roberto Jefferson para a política nacional, repudiando qualquer tipo de especulação envolvendo a sua honra. Ele também abordou sobre a possível ida do presidente ao PL e que não tem sua essência viés conservador.

“O Roberto é um dos maiores conservadores do país, tem seu nome escrito na nossa República e não precisa viver de aparência para nada. É hoje um preso político por falar o que acredita, o que defende. Jamais venderia a sua alma em troca de benefícios e favores que andam falando por aí. O povo brasileiro é honesto e trabalhador. Corruptos é bandidos são minoria. As urnas e, mais recentemente, as ruas mostraram que a maioria do povo brasileiro não aceita mais corruptos e não dá para reeleger Bolsonaro cercado e refém dos corruptos e da velha política”, pontuou.

Anuncie aqui no Cidade Revista
ARTIGOS RELACIONADOS
- Publicidade -
Blessed Modas

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES