30 C
Salvador
quarta-feira, dezembro 1, 2021
Anuncie aqui!
InícioBrasilBahia'Queremos que Bahia e Portugal cresçam juntos', diz vice-governador em evento de...

‘Queremos que Bahia e Portugal cresçam juntos’, diz vice-governador em evento de negócios em Lisboa

Após uma agenda de 20 reuniões, em uma semana, o vice-governador da Bahia, João Leão, secretário do Planejamento, e comitiva encerram a visita oficial a Portugal com a assinatura de um memorando de entendimentos com o Porto de Sines. O maior porto artificial português será a principal ponte dos novos negócios estabelecidos entre o estado brasileiro e o país. O anúncio foi feito durante o evento “Portugal Descobrindo a Bahia do Futuro”, realizado na manhã desta terça-feira (26), no Hotel Vila Galé Ópera, em Lisboa.

A visita de oito dias do Governo da Bahia ao território português é um atestado da vontade de transformar em ação os diversos diagnósticos técnicos favoráveis à cooperação entre o estado e Portugal. “O que nós queremos é que, através de expertise e cooperação, a Bahia e Portugal cresçam mais e juntos”, resumiu o vice-governador, na abertura do encontro de negócios.

A importância do arranque das ações de negócios entre Portugal e Bahia foi destacado também pelo presidente da Confederação Empresarial de Portugal, António Saraiva: “A pandemia trouxe uma percepção de protecionismo entre os países, em geral, mas isso é muito perigoso, para não dizer suicida. O Brasil e Portugal têm muito a crescer juntos e a Bahia é uma excelente porta de entrada, como Portugal também pode sê-lo”. O presidente do Grupo Vila Galé concordou: “O João Leão é um entusiasta de algo que defendo há 20 anos, quando abri o primeiro hotel no Brasil: este laços beneficiam ambas as localidades”.

O vice-governador defendeu ainda, para os investidores e empresários portugueses, as vantagens naturais e de infraestrutura da Bahia para a produção de vinhos e chocolates. “Temos dois milhões de hectares disponíveis para a irrigação”, disse João Leão, que argumentou também sobre a aptidão do estado para produção de chocolate, com as mais de 100 empresas do setor. Leão lembrou que o estado é líder nacional na geração de energias renováveis, possui duas grandes obras de infraestrutura em andamento – a ponte Salvador-Itaparica e a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) -, é o terceiro maior produtor de bens minerais e está implantando o Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco, nova fronteira do desenvolvimento do estado.

“O agronegócio da Bahia representa 25% do PIB e um terço dos empregos gerados no Estado, além de ter uma diversificada cadeia produtiva, passando por rebanhos de bovinos, caprinos, ovinos, avicultura. Também tem destaque na produção de grãos, a exemplo da soja, que possui a maior produtividade do mundo. O estado é ainda o segundo produtor nacional de frutas. Portanto, temos um ambiente propício para investimentos nestas diversas cadeias produtivas do Agronegócio. E foi exatamente sobre este cenário que fiz minha explanação no evento”, pontuou João Carlos Oliveira, secretário de Agricultura da Bahia.

“Portugal Descobrindo a Bahia do Futuro”

“A nossa visita a Portugal foi um sucesso absoluto. Queremos atrair para a Bahia jovens desbravadores, com expertise, que queiram prosperar; queremos levar esta experiência para lá”, declarou o vice-governador, durante o evento no Hotel Vila Galé Ópera.

“Mostramos no evento que a Bahia está pronta para receber turistas e investidores portugueses. Nosso plano de ação é baseado em quatro eixos: protocolos de biossegurança, capacitação e qualificação de empresários, de gestores públicos e profissionais do setor, obras de infraestrutura e promoção dos destinos baianos. Esses contatos em Portugal reforçam o trabalho do Governo do Estado, na estratégia de incrementar as atividades turísticas”, disse o secretário do Turismo da Bahia, Maurício Bacelar.

O encontro de negócios, que teve início na manhã da segunda-feira, teve como foco a internacionalização das relações comerciais, a promoção do destino turístico, a cooperação técnica no agronegócio e a atração de novos investimentos.

Titular da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Davidson Magalhães reforçou que o evento é uma oportunidade para apresentar o potencial econômico do estado a possíveis investidores e parceiros: “Destacamos um conjunto de políticas públicas desenvolvidas pela Setre para promover o acesso ao mundo do trabalho, fomentar arranjos produtivos coletivos e incentivar o empreendedorismo. Entre os ações apresentadas, o serviço de excelência do SineBahia, que realiza qualificação e intermediação de mão de obra, encaminhando trabalhadores dentro do perfil esperado pelas empresas; os Centros Públicos de Economia Solidária, que oferecem assessoria técnica para associações, cooperativas e grupos produtivos de todo os estado; e o CrediBahia, programa de crédito para micro e pequenos empreendedores”.

A produção de chocolate, bem como outros produtos típicos e de origem com qualidade certificada para exportação, como os biscoitos de tapioca, a cachaça baiana de alambique, o café biológico, as amêndoas de cacau, as geleias, foram apresentados num showroom montado no Hotel.

“É importante que possamos facilitar e promover, cada vez mais, as condições de negócios entre Brasil e Portugal, inclusive para que esse seja nossa porta de entrada comercial para toda a Europa”, ressaltou o deputado baiano Eduardo Salles, presidente da Frente Parlamentar do Setor Produtivo.

Sobre a Bahia

A Bahia é o maior estado da região Nordeste do Brasil, com 15 milhões de habitantes, conforme os censos de 2014. Celebrada pela natureza exuberante, cultura, gastronomia e pelo carnaval, o estado possui voos regulares diretos operados pela companhia aérea TAP, de Portugal para Salvador, capital da Bahia, que é hub para diversos aeroportos do estado.

Anuncie aqui no Cidade Revista
ARTIGOS RELACIONADOS
- Publicidade -
Blessed Modas

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES