quinta-feira, janeiro 27, 2022
InícioBrasilBahiaRegião Metropolitana de Salvador vive dias de terror com crescimento de homicídios

Região Metropolitana de Salvador vive dias de terror com crescimento de homicídios

Dias de terror em Salvador e na Região Metropolitana. Somente na última terça-feira (11), foram registrados pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), 11 homicídios, sendo 4 na capital, 2 em Lauro de Freitas, Dias D’ávila e em Monte Gordo (Camaçari) e um em Pojuca.

Os casos geram apreensão em todo estado, visto que o número de assassinatos só faz crescer na Bahia nos últimos anos.

Dados do DATA SUS/TabNet mostram que a Bahia teve um crescimento de 200% no número de homicídios desde o início do Governo do PT no Estado. De 1993 a 2006, segundo o levantamento, 25.977 pessoas foram assassinadas no estado. A média anual era de 1.856 mortes por homicídio neste período. O ano de 2006, inclusive, foi o que registrou mais mortes: 3.288.

Já de 2007 a 2020, período onde o Governo do Estado já era gerido pelo Partido dos Trabalhadores (PT), os casos saltaram. A Bahia registrou 79.923 homicídios, cerca de 200% se for comparado com o mesmo período de tempo antes da gestão de Jaques Wagner e Rui Costa. O ano que registrou mais assassinatos foi o de 2017, com 6.807 casos.

De acordo com os dados do índice nacional de homicídios, em 2020, foram registrados pelos órgãos de segurança da Bahia 3.832 assassinatos, entre janeiro e setembro. Já em 2021, no mesmo período, foram 4.252 mortes.

O governador Rui Costa, questionado sobre o crescimento da violência no estado, tirou “o seu da reta” e culpou o presidente Jair Bolsonaro pela defesa da política armamentista.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Publicidade -

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES