25 C
Salvador
segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioBrasilBahia”Secretário segue transferindo a responsabilidade da sua péssima gestão na Segurança Pública”,...

”Secretário segue transferindo a responsabilidade da sua péssima gestão na Segurança Pública”, diz Capitão Alden após Mandarino questionar dados sobre violência

Após o secretário de Segurança Pública, Ricardo Mandarino, questionar os altos índices de violência na Bahia, divulgados por diversos institutos de pesquisa, o deputado estadual Capitão Alden (PL) enfatizou os números de insegurança no estado e cobrou do mandatário “atuação ao invés de discurso”.

Vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Alden questionou Mandarino se o secretário tinha dúvidas sobre a credibilidade dos institutos de pesquisa.

“O secretário, mais uma vez, transfere a responsabilidade do governo estadual que ele serve para os outros. Será que os institutos de pesquisa estão propagando fake news? De 2012 a 2021 foram 53 mil assassinatos. São números de guerra que ainda são escondidos pelo Governo do Estado que, ao invés de se preocupar ações efetivas para a redução deste número segue colocando a responsabilidade em outras pessoas”, disse o parlamentar.

O Mapa da Violência, índice que mede a quantidade de mortes violentas por ano em território nacional, apontou que 5.099 casos aconteceram na Bahia em 2021. Com isso, pelo terceiro ano consecutivo, a Bahia é o estado que lidera o índice. No ano passado, a segunda posição ficou com o estado do Rio de Janeiro, com 3.394 casos, seguido de Pernambuco, com 3.370, e Ceará, com 3.300.

Capitão Alden ainda lembrou que a própria Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgou o anuário da violência da Bahia, e afirmou que a forma com que Mandarino critica os institutos e a imprensa se assemelha ao propósito do ex-presidente Lula (PT), que é um defensor da regulação da mídia.

Cidade Revistahttp://www.cidaderevista.com.br
Notícias e Parcerias? Chama no WhatsApp-> (71) 99900-3232
ARTIGOS RELACIONADOS
- Publicidade -

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES