27 C
Salvador
sexta-feira, maio 20, 2022
InícioBrasilSetor rodoviário encerra o ano com a conclusão de obras que trazem...

Setor rodoviário encerra o ano com a conclusão de obras que trazem benefícios para o transporte no país

Em 2021, cerca de dois mil quilômetros de rodovias passaram por obras para otimizar o transporte de cargas pelo país. E tornar mais rápidas e seguras as viagens de quem passa pelas pistas federais. O Ministério da Infraestrutura realizou 80 entregas e foram investidos R$ 3,1 bilhões.

“Estamos concluindo esse ano com mais de dois mil quilômetros de novas rodovias entregues, são duplicações, restaurações, recuperações, novas pavimentações. Muitas pontes que separavam até unidades da federação do restante do Brasil”, disse o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

As obras em rodovias já ultrapassam os quatro mil quilômetros desde 2019. Neste ano, ocorreram três concessões que asseguraram mais R$ 24,5 bilhões em investimentos.

A perspectiva para 2022 é que sejam leiloados mais de 13 mil quilômetros com projeção de contratação de R$ 100 bilhões. “O ano de 2022 vai chegar na mesma linha, com mais entrega de obras, com mais leilões realizados, com mais comemoração na bolsa e com muito investimento contratado. Então, o Brasil vai virar um grande canteiro de obras e a infraestrutura vai ser uma grande alavanca para o desenvolvimento do país, para a geração do emprego”, afirmou o ministro Tarcísio.

Leilão histórico

Neste ano, foi realizado o maior leilão rodoviário da história. Foi a relicitação da Dutra, projeto que agora envolve também a BR-101, na ligação entre São Paulo e Rio de Janeiro. As duas rodovias receberão quase R$ 15 bilhões em investimentos para ampliar a capacidade, como a implantação de 600 quilômetros de faixas adicionais. É o equivalente a “quadruplicação” da rodovia em cada sentindo.

“Foi ao ano do leilão da Nova Dutra, R$ 15 bilhões de investimento com redução de tarifa. Então, a gente mostra que a estratégia do Governo foi correta”, avaliou o ministro.

Duplicações

Entre as duplicações concluídas em 2021 estão os 168 quilômetros de pistas da BR-163/364/MT, entre Cuiabá a Rondonópolis, obra que melhora a competitividade do agronegócio mato-grossense.

E a duplicação de quase 50 quilômetros de pistas na Bahia, em rotas importantes como a BR-101, entre Feira de Santana e Entre Rios, e a BR-116, desde Feira de Santana até Santa Bárbara. Também na Bahia, foi entregue a pavimentação de mais de 77 quilômetros da BR-235, entre os municípios de Jeremoabo e Canché.

O Ministério da Infraestrutura ainda esteve presente em duplicações na BR-470, em Santa Catarina, e na BR-101, em Sergipe.

Construção de pontes

Em Rondônia, foi concluída a Ponte do Abunã, na BR-364, uma reivindicação antiga da população para a ligação do Acre com o restante do país. Até então, a travessia no Rio Madeira só era feita por balsas. Agora, um trajeto que durava, em média, duas horas, é feito em menos de cinco minutos.

“Entregamos a Ponte do Abunã, na ponta do estado de Rondônia quase na fronteira com o estado do Acre, que era uma coisa separava o estado do Acre do resto do Brasil. Era algo ruim para caminhoneiros e empreendedores que por ali passavam. É algo que trouxe esperança e entusiasmo para aquela região”, relatou o ministro da Infraestrutura.

Ele citou ainda a entrega da ponte sobre o Rio Parnaíba, na BR 235/PI, ligando os municípios de Santa Filomena/PI e Alto Parnaíba/MA, entre o Piauí e o Maranhão, e atendendo a demanda de produtores de grãos, para o escoamento das produções. E a nova ponte sobre o Rio São Francisco, na divisa entre Alagoas e Sergipe.

Projetos para 2022

Um leilão previsto para 2022 na área rodoviária é o de seis lotes rodoviários no Paraná, que somam mais de R$ 44 bilhões em aportes privados.

Outros dois projetos também estão em estágio avançado para irem a leilão. Um é o da BR-381/262/MG/ES, com aporte privado de cerca de R$ 7,3 bilhões. Outro, da BR-116/493/465/RJ/MG, na ligação entre Rio de Janeiro e Governador Valadares (MG), com investimentos de mais de R$ 9 bilhões.

A pasta também avança para a realização dos certames da BR-040/495/MG/RJ, BR-040/DF/GO/MG e de quatro lotes no Centro-Norte, atravessando os estados de Goiás, Mato Grosso e Rondônia.

Cidade Revistahttp://www.cidaderevista.com.br
Notícias e Parcerias? Chama no WhatsApp-> (71) 99900-3232
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS RECENTES